Agentes Autônomos de Investimentos em Aplicações Financeiras — Conheça Mais Sobre Essa Carreira!

Os agentes autônomos de investimentos em aplicações financeiras — conhecidos como AAI — são profissionais muito importantes para o mercado financeiro.

Se você, meu nobre gafanhoto, gosta do assunto e ainda não conhece esses caras, precisa entender melhor o que eles fazem!

Até porque… Vai que você quer partir para essa área também, né?

Mas, afinal, o que fazem, o que comem, como vivem os agentes autônomos?

Neste artigo eu vou explicar um pouco mais sobre como funciona a carreira deles depois de passar na Ancord. Confira!

Agentes autônomos de investimentos em aplicações financeiras precisam de clientes

O primeiro passo da carreira dos agentes autônomos de investimentos em aplicações financeiras é conseguir uma boa carteira de clientes. Ela é o maior patrimônio do AAI.

Para isso, eles precisam ter noção de como vender e manjar muito dos paranauês dos produtos que estão oferecendo. Afinal, ninguém vai topar entregar os investimentos na mão de alguém que não parece, no mínimo, um expert naquilo, né?

Autônomo? Nem tanto

Trabalhar como AAI é, sim, aquela vida de não ter chefe e tudo o mais. Porém, não é exatamente uma autonomia completa.

Isso porque, para serem agentes autônomos de investimentos em aplicações financeiras, esses profissionais precisam estar credenciados a alguma instituição financeira.

Você pode atuar nesse mercado como PF, montar um escritório e atuar como PJ ou ainda, o mais comum, é se tornar sócio de um escritório que já existe. A remuneração é dada de acordo com o volume que você negocia e quem paga é a corretora que você está credenciado.

Ou seja, apesar de você ser um PJ e ter seu “próprio escritório”, ainda precisará correr atrás de uma corretora para fazer parte, beleza?

Como funciona o dia a dia de um AAI?

A rotina de um AAI é totalmente focada nos clientes. Então, todo o trabalho feito durante o dia é direcionado a atendê-los.

Todos os dias, pela manhã, a corretora que o AAI está credenciado faz o “call de abertura” que, em outras palavras, é a área de análise de mercado da corretora falando sobre as perspectivas de acontecimento de mercado naquele dia.

Aqui a discussão é bem objetiva, mas aborda muita coisa. O Presidente dos EUA entrou numa discussão com a China? Vai entrar na pauta. Uma reforma importante está sendo debatida no congresso Nacional? Isso também é pauta do call de abertura.

Além destes temas mais macros, no call de abertura, você será informado sobre tudo que pode impactar seu dia no mercado. Divulgação de Selic, PIB, Inflação, leilão de câmbio, atividade produtiva, geração de emprego. Tudo.

Depois que o AAI foi atualizado com o call de abertura ele está pronto para entrar em contato com seus clientes. Agora ele poderá falar sobre como esses assuntos podem influenciar os investimentos de seus clientes.

A medida que o AAI atende bem seus clientes e mostra que tem conhecimento sobre o mercado, ele começa a receber indicações de seus próprios clientes para atender novos investidores e é nesse momento, que a carteira de clientes começa a aumentar.

Gostou de saber mais sobre a carreira dos agentes autônomos de investimentos em aplicações financeiras? Veja mais informações no blog da T2 Educação!

0 0 vote
Article Rating
0
Tiago Feitosa

Tiago Feitosa

Graduado em Matemática, pós graduado em negócios bancários pela FAAP e pós graduando em Escola Austríaca de Economia. Possui certificação CEA e AAI. Se dedica a ajudar cada vez mais pessoas a se capacitarem profissionalmente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook

Deixe um Comentário:

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode se interessar por: