10 dicas para ir bem na entrevista de emprego no banco

A entrevista de emprego no banco é o pesadelo de muita gente.

Ser questionado e avaliado por uma pessoa de roupa social e, muitas vezes, cara séria é estranho se você não tiver se preparado. Até mesmo a pessoa mais tranquila pode passar por momentos de tensão durante a entrevista.

Neste texto esperamos ajudar você no desafio que é conseguir um emprego. Mais especificamente, claro, a se destacar na hora da entrevista.

Separamos 10 dicas pra você, divididas entre antes e durante a entrevista. Vamos conhecê-las?

 

Antes de ir para a entrevista de emprego no banco…

1. Estude sobre a empresa

Parece óbvio, mas muita gente não faz isso. É praticamente impossível ir bem em uma entrevista se você não sabe nada sobre o banco ou instituição que te chamou para conversar.

Veja quais são os valores que o banco segue, as suas conquistas e crescimento ao passar dos anos. Mostre que você está por dentro do mercado e interessado na situação atual da empresa. Mas lembre-se, não confunda a empresa com a marca.

Aqui é importante pesquisar como os funcionários são tratados e como estes enxergam a empresa. É mais interessante dizer que se interessou pelo perfil dos gerentes, por exemplo, do que contar que sempre teve conta no Banco X, por isso quer trabalhar lá.

2. Prepare a sua memória

Às vezes a gente passa tanto tempo no mesmo emprego que esquece de pensar nas coisas boas que aconteceram lá.

Relembre as suas conquistas, metas alcançadas, promoções; tenha tudo na ponta da língua para contar as histórias das suas pequenas (ou grandes) vitórias ao entrevistador. Se a empresa quiser saber das suas competências, não tem jeito melhor de mostrar que você é um bom profissional do que dando exemplos reais de situações de trabalho.

Aconselho anotar os casos em que exigiram de você diversas competências. Uma situação em que você precisou liderar, outra em que usou sua organização ou força de trabalho em equipe.

Esteja preparado para ser perguntado sobre praticamente tudo na entrevista de emprego no banco. Até mesmo sobre aquele emprego em que seu ex-chefe foi meio babaca. Nesses casos, é importante frisar: nunca fale mal de uma experiência anterior. Para muitos isso soa mesquinho, e é sempre bom soar agradecido pelas oportunidades que surgiram na sua vida.

3. Cuidado com as suas redes sociais

Aquela foto com seu cachorrinho é fofa? Claro que é. Aquele post em que você xingou a morte do personagem do filme é engraçado, sim. Mas será que é isso que mostra quem você é?

Cada vez mais os recrutadores e empresas estão “fuçando” nos perfis dos candidatos antes da entrevista. E isso requer a sua atenção. O mais indicado é manter os seus perfis liberados apenas para amigos, e deixar algumas postagens abertas com coisas relacionadas ao trabalho ou competências.

Se você segue o mercado financeiro diariamente, deixe algum compartilhamento público com a sua opinião. Se gosta de escrever e tem um blog, compartilhe-o em modo público, também. Do mesmo modo que sua vida pessoal pode atrapalhar, a falta de detalhes nas redes sociais pode limitar a visão do entrevistador sobre você.

Aqui, o mais importante é ser sincero. Ninguém gosta de pessoas preconceituosas, exageradas ou mentirosas. Se você tem uma foto em uma balada, com aquele copo de cerveja na mão, nunca diga que não gosta de beber.

4. Vista uma roupa confortável

Isso não significa que você deve ir ao banco de moletom e camiseta. Mas é vantajoso estar bem à vontade na entrevista.

Informe-se sobre o código de vestimenta da empresa e do cargo pelo qual você vai concorrer. Use cores neutras se estiver na dúvida sobre o que usar. O maior erro é vestir algo que você não costuma usar, e parecer fantasiado.

Evite acessórios exagerados, como relógios muito caros ou brincos gigantes. A simplicidade, com uma vestimenta com aparência de nova e limpa, pode mostrar humildade e cuidado com seus pertences. Outra coisa a ser evitada é um perfume muito forte, que pode enjoar o entrevistador e atrapalhar a avaliação.

Para quem está começando no banco, o terno significa preocupação com a aparência. Para cargos mais altos, porém, eles podem indicar soberba. Então esteja sempre de acordo com a vaga escolhida.

 

Na hora da entrevista de emprego no banco…

5. Seja gentil

Acredite, você está sendo julgado desde o momento que pisou na empresa. Então lembre-se de ser educado o tempo todo.

Deus perdoe essas pessoas ruins que não dão bom dia para os outros. Grosseria e soberba são detectadas de longe, e a recepção é o primeiro lugar a te julgar. Cumprimente as pessoas por quem passar, pois nunca se sabe qual delas pode trabalhar com você algum dia. A educação é bem-vista em todos os meios, e no banco não é diferente.

Essa dica deveria vir de berço, eu sei. Mas gosto de acreditar que a maioria das pessoas é sempre educada, principalmente para ocupar cargos em que o contato com os clientes será frequente.

6. Sorria e mantenha a postura

Meme Sejavcmesmo - T2 Educação
Só pra descontrair.

O entrevistador te pediu para entrar na sala e você já procura onde sentar, certo? ERRADO!

Suas atenções devem estar voltadas para a pessoa a sua frente, não na cadeira. Sorria, aperte a mão do entrevistador (de preferência com a mesma força que ele exercer) e espere o convite para sentar-se. Isso demonstra respeito.

Nunca sente com as pernas abertas ou balançando. Relaxo e nervosismo são mal-vistos nas entrevistas de emprego no banco. E em qualquer outro lugar, vamos combinar. Sente-se com a coluna reta e busque o apoio da cadeira para ficar mais à vontade.

O contato visual com o entrevistador é essencial. Ao responder uma pergunta, olhe diretamente para quem a fez, no caso de houver mais de uma pessoa te entrevistando. Mas cuidado pra não parecer um robô: olhe para os lados quando estiver pensando em uma resposta, mas nunca para baixo. Quem olha pra baixo está triste ou desistindo!

Falar com gestos (sem exagerar na dose) e manter o contato visual com o entrevistador são sinais de confiança e bom desempenho nas relações sociais.

7. Controle o entusiasmo

Estou aqui escrevendo pra você ter simpatia, gentileza e sorrisos. Mas preciso alertar pros riscos de parecer entusiasmado demais.

Você precisa se sentir à vontade na entrevista de emprego no banco. Mas isso não quer dizer que você é o melhor amigo do entrevistador. Essa não é a melhor hora para risadas em excesso ou assuntos que não condizem com a situação.

É preciso ter certeza de que o entrevistador está também à vontade ao seu lado. Não force risadas ou sorrisos se o assunto for sério. Agora é hora de manter a calma e respirar fundo. Quando estamos entusiasmados, o risco de ficar suando como um maratonista e falar besteira é bem maior.

Portanto, a dica aqui é: respire fundo. Inspire. E lembre-se que todo mundo já passou por isso, inclusive o entrevistador.

8. NUNCA pegue o celular

Eu não queria colocar essa dica aqui. Pra mim é meio óbvio que não se deve pegar o celular na hora da entrevista de emprego no banco. Mas a equipe aqui da escola achou melhor reforçar este item.

NÃO ENCOSTE NO SEU CELULAR DURANTE A ENTREVISTA.

Sim, em caps lock pra você não fazer isso, nem sem querer. É a maior falta de educação e de interesse que você poderia demonstrar. Claro, existem coisas piores, mas isto é mais comum do que imaginamos. Os smartphones estão aqui pra ajudar, mas em um momento de concentração e conversa, eles só atrapalham.

Deixe seu aparelho no mudo e, se possível, sem vibração. Seu celular é um pedra no seu bolso. Ele não deve fazer barulho nem emitir qualquer luz.

9. Faça perguntas

Uma entrevista de emprego no banco é uma via de mão dupla. A empresa quer saber muito sobre você, mas você também tem que mostrar interesse por ela. E um jeito fácil de mostrar isso é fazendo perguntas.

Tem alguma dúvida sobre os benefícios, horário de trabalho? Pergunte. Quer saber sobre a equipe e os processos do dia a dia? Pergunte. Mas lembre-se de que as perguntas devem estar conectadas às coisas que você já pesquisou sobre a empresa. Se a dúvida puder ser sanada com uma rápida pesquisa do Google, você tá perguntando errado.

O interesse é por detalhes que você só consegue se está lá dentro, de frente com o entrevistador. Ele se sentirá bem pelo seu interesse e perceberá como você realmente entende sobre a empresa onde está tentando trabalhar.

10. Seja você mesmo

Vou finalizar o post com talvez a dica mais importante de todas. Em uma entrevista de emprego no banco, seja sempre você mesmo.

Confianca - T2 Educação
Confiança é tudo nessa vida!

As relações humanas são baseadas em confiança e honestidade. Falei bonito agora, mas é verdade. Nós gostamos de quem é verdadeiro e não mente. O mesmo vale para a empresa que busca contratar um novo colaborador.

Não tente ser alguém que você não é, porque uma hora a máscara cai. Mantenha sua personalidade e sua índole em todas as situações, porque isso conta demais. Um dia você será lembrado como o colega de trabalho que estava sempre sorrindo, ou a gerente de contas que tratava todo mundo igual.

E isso pode ser mais importante do que uma indicação ou um currículo bem ajeitado.

Pegou as dicas? Prepare-se para a entrevista, arrebente e conta pra gente como foi a sua experiência! Ficaremos muito feliz de saber que te ajudamos 😉

4+

Compartilhar este post:

Deixe o seu comentário!