Armadilha da Confirmação – Entenda tudo sobre esse viés comportamental

Já parou para pensar em como você moldou sua vida até aqui? De onde vieram as suas opiniões e crenças sobre os mais diversos assuntos, e até a escolha de seus amigos com quem você compartilha a sua vida? O fato é que todos nós caímos em um erro bem comum que normalmente passa despercebido, nós chamamos isso de armadilha da confirmação ou viés de confirmação.

 

Mesmo que no geral a gente ache que nossas opiniões são formadas por meio da razão e baseadas em uma análise racional de fatos, a verdade é que isso nem sempre é verdade. A maioria de nossas ideias são formadas através de uma busca por dados que corroboram com aquilo que já acreditamos, em outras palavras é como se a gente buscasse sempre informações que não vão contrariar aquilo que pensamos e por conta disso, mesmo que inconscientemente, só buscamos aquilo que concorda com a gente.

confirmação

A armadilha da confirmação

O viés da confirmação é mais uma das heurísticas que fazem parte dos estudos sobre finanças comportamentais. A gente pode encontrar estudos sobre esse viés usando a nomenclatura “coleta seletiva de evidências”.

Basicamente é quando uma pessoa busca apenas informações que vão concordar com o entendimento dela, deixando de lados os dados que possam não compactuar com o que ela pensa.

 

Origem do viés da confirmação

Esse viés foi descoberto pelo psicólogo Peter Watson na década de 1960. Foi ele inclusive quem deu o nome para esse estudo de viés da confirmação.

Em um experimento com o título” Sobre o fracasso em eliminar hipóteses em uma tarefa conceitual”, ele fez um registro da tendência da mente humana de interpretar informações de forma seletiva.

 

Exemplos do funcionamento da Armadilha da Confirmação

O exemplo mais tangível pra entender de fato como esse viés funciona é basicamente fazendo uma autoanálise. Pense em todos os artigos, notícias páginas de redes sociais que vemos todos os dias. Você verá que o mais vemos são informações que reforçam a todo momento aquilo que pensamos, dificilmente você vai procurar artigos de direita se o seu viés política for de esquerda (e vice e versa).

O próprio algoritmo das redes sociais são um exemplo, conforme você passa mais tempo no Youtube, Tiktok ou Instagram, as páginas que aparecem pra você são normalmente aquelas que falam a mesma língua que você, que concordam com o seu ponto de vista, a simples ação de ignorar uma página quando ela aparece na sua tela mostra para o algoritmo que aquilo não é do seu agrado.

 

A Armadilha da Confirmação no Mercado Financeiro

Quando um investidor vai investir em um ativo que julga ter boas chances de obter lucros, começa a buscar informações e dados que irão dar razão ao que ele considera como escolha correta. Porém, na maioria das vezes, passa a ignorar notícias que irão contra o que ele pensa e por conta disso começa a descartar essas informações.

Vamos supor que você queira comprar ações da Petrobrás, o mais provável é buscar somente informações que reforce a escolha que você decidiu fazer.

 

Como não cair nessa “Armadilha”

Para ser sincero, evitar esse viés não é a coisa mais fácil do mundo de se fazer. A melhor solução é ser o mais atento e objetivo possível ao analisar informações que você venha a ler. Preste muita atenção e não descarte principalmente as informações que irão contra ao que você pensa.

Não podemos deixar de lembrar que o viés de confirmação funciona como um mecanismo de defesa de nosso cérebro. Quem em sã consciência gosta de estar errado ou perder uma discussão? Quando uma situação desse tipo acontece, áreas em nosso cérebro associadas à dor física são ativadas.

Estar perto de pessoas com opiniões diferentes das nossas é um bom exercício para fortalecer o pensamento crítico. Dessa forma você vai se acostumar a não ignorar ideias que não concordam com o que você pensa.

 

E aí, gostou desse artigo? Esse e vários outros temas são abordados em nossos cursos de certificações aqui da T2 Educação, podemos te ajudar a ser um profissional com as principais certificações financeiras do mercado.

Te vejo no próximo artigo, até mais!

Compartilhe!

guest
0 Comentários

Você também pode se interessar por

COMPARTILHE!

Acesso Rápido