Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

B3 altera critérios para apuração da taxa DI

Os Certificados de Depósitos Interbancários são conhecidos de quem estuda pra ANBIMA. Mas você sabia que, em outubro de 2018, o modo de apurar a taxa DI foi alterado? Antes de tudo, é preciso entender que um CDI tem a função de transferir recursos de uma instituição financeira para outra. Em outras palavras, para que o sistema seja mais fluido, o banco que tem dinheiro sobrando empresta para o que não tem. Já a taxa média diária do CDI, tema deste post, é utilizada como parâmetro para avaliar a rentabilidade de fundos, como os DI, por exemplo. O CDI é utilizado para avaliar o custo do dinheiro negociado entre os bancos no setor privado. Tudo tranquilo até aqui, certo? Bom, no dia 01/10/2018 a B3 compartilhou uma instrução com os novos critérios de apuração da taxa CDI. Você pode ver todos os detalhes na circular da B3 046/2018-PRE de 14/09/2018. Destacarei o primeiro item da instrução para explicar melhor as mudanças nesta operação:   “Se, no dia de apuração da Taxa DI, as duas condições descritas abaixo forem conjuntamente observadas, a Taxa DI será apurada conforme metodologia de cálculo disponível em www.b3.com.br, Market Data e Índices, Índices, Índices de Segmentos e Setoriais, Índice DI, Metodologia de Cálculo do DI, Metodologia de Apuração da Taxa. a – O número de operações elegíveis para o cálculo da Taxa DI for igual ou superior a 100 (cem). b – O somatório dos volumes das operações elegíveis para o cálculo da Taxa DI for igual ou superior a R$30 (trinta) bilhões.”   Resumindo, se o volume de operações de CDI do dia for superior a 30 bilhões de reais e a quantidade de contratos for superior a 100 contratos, teremos o DI calculado com base na média destas operações. Agora, se no dia da apuração da taxa DI, ao menos uma das condições acima não for observada, a taxa DI será exatamente igual à taxa Selic Over do dia. Isso significa que, na prática, a partir de agora a taxa DI será, na maioria das vezes, exatamente igual à taxa Selic Over. Isto porque, historicamente, o volume de negociação de CDI tem sido muito baixa. Ou seja, nas condições atuais de mercado, não teremos a apuração do DI, mas teremos o DI exatamente igual a Selic Over. Agora que você já sabe dessa mudança, temos de responder 2 perguntas: 1 – O que muda nos investimentos? A mudança na rentabilidade dos produtos indexados ao DI será muito sutil. A variação no DI é de aproximadamente 0,01%. Exemplo: Se, com a metodologia antiga o DI estaria cotado a 6,39% ao ano, agora, com a mudança na metodologia, o DI vai ficar 6,40% ao ano. 2 – Isto muda na sua prova de certificação da ANBIMA? Ainda não. Segundo o edital da prova da ANBIMA, serão cobrados conteúdos que estejam vigentes há pelo menos 180 dias. Assim, esta mudança será cobrada na prova somente a partir de 01/04/2019. Portanto, se você está estudando este assunto em 2018, não se preocupe com a mudança.
  Se você vai fazer a prova e quer estudar por um lugar com conteúdos atualizados, nós podemos te ajudar. Aqui na T2, estamos sempre de olho nas mudanças do mercado financeiro. É por isso que os nossos cursos preparatórios da CPA 10, CPA 20 e CEA têm uma taxa alta de aprovação. E o carinho dos alunos aprovados. Deixa um comentário aqui pra gente conversar sobre estas mudanças e provas e tudo mais que você precisar!
Tiago Feitosa
Tiago Feitosa

Graduado em Matemática e pós graduado em negócios bancários pela FAAP. Possui as certificações CPA10, CPA20, CEA e AAI, além disso é Consultor de Valores Mobiliários credenciado na CVM. Se dedica a ajudar cada vez mais pessoas a se capacitarem profissionalmente.

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode se interessar por

Acesso Rápido
entenda o que é o ipca acumulado

IPCA Acumulado: O Que É E Como Ele Influencia O Mercado

Se você é uma pessoa antenada nas notícias, provavelmente, já ouviu falar do IPCA acumulado, né? De vez em quando, esse termo aparece nos noticiários, como um dos indicadores mais importantes do país.  Mas, afinal, do que se trata esse tal de IPCA? Será que ele influencia na minha e na sua vida? Tenho certeza…

Ler mais