fbpx

Como Funciona Bitcoin e O Que é?

As criptomoedas, de algum tempo para cá, passaram a ser um dos assuntos mais comentados (se não o mais comentado) em termos de investimentos. Por isso é muito importante entender como funciona Bitcoin!

Se você ainda tem dúvidas sobre isso, confira este artigo que eu preparei e comece a manjar dos paranauês todos dessas moedas virtuais!

O que é Bitcoin?

Uma explicação simples seria que o Bitcoin é uma moeda virtual.

“Mas Tiago, como assim? O que é uma moeda virtual?”

Sabe como você usa real, dólar, euro e várias outras para comprar algo? Então, o Bitcoin serve para isso também, mas ele não é um dinheiro “de fato”, e sim um arquivo no computador.

Não é possível converter diretamente um Bitcoin para dólar ou qualquer outra unidade monetária por meio de um saque ou algo assim, entendeu?

A única maneira de isso acontecer é se você vendê-lo diretamente para alguém e essa pessoa lhe pagar com dinheiro físico.

Como funciona Bitcoin?

Agora que você já sabe o que é uma moeda virtual, vamos entender melhor como funciona Bitcoin.

Para isso, eu vou explicar alguns termos específicos sobre ele. Acompanha aí:

Saldos – cadeia de blocos (Blockchain)

Seu dinheiro físico é guardado na carteira, certo? Com a bitcoin não é diferente.

Você cria uma carteira virtual, que pode ficar tanto no seu computador quanto no celular, e passa a fazer parte de uma “cadeia de blocos”, conhecida no meio como Blockchain.

“Tiago, o que é uma cadeia de blocos?”

Um lance que você precisa entender sobre como funciona Bitcoin é que um dos objetivos de sua criação é a descentralização do dinheiro, passando a organização e validação de transações para a mão dos próprios participantes do Blockchain.

Basicamente, é como um livro de contabilidade público, compartilhado entre todos os que fazem parte da cadeia.

Toda e qualquer transação feita com o uso da moeda precisa ser confirmada e validada por quem está ali, inserido. Só então o saldo dos envolvidos nas operações é alterado, e eles podem continuar movimentando o dinheiro. 

Transações – chaves privadas

Todas as informações referentes a moedas e carteiras são criptografadas, ou seja, elas precisam de um sistema próprio para serem verificadas: o Blockchain.

Ao invés de ter uma senha ou algo assim, simples, para assegurar suas transações, no caso do Bitcoin você faz transferências diretas entre carteiras virtuais, com dados ilegíveis por sistemas comuns, sacou? Essa informação chama “chave privada”.

Elas provam que a quantia veio do dono da carteira e previnem que seja alterada por qualquer um depois de emitida.

Processamento – mineração

A mineração é um processo totalmente online, e é um dos principais para entender como funciona Bitcoin.

O que acontece é que cada quantia dessa criptomoeda é representada por um código numérico criptografado único, e existem sistemas capazes de processar diversos desses números para, possivelmente, encontrar algum que tenha quantias da moeda, entendeu?

Esses códigos são limitados, e uma hora acabarão. Portanto, a mineração é um processo de “ganha quem fizer primeiro!”

Em resumo, você pega uma rede de computadores com um processamento poderoso e coloca para “minerar” Bitcoin. O objetivo é que, ao verificar rapidamente vários códigos, ele encontre moedas. Percebe como realmente você “minera”?

Como conseguir Bitcoin?

É possível conseguir Bitcoin sem comprar computadores de última geração para minerá-las?

A primeira é criar uma carteira e passar a aceitar a criptomoeda como forma de pagamento pelos seus produtos ou serviços. As carteiras são sites, aplicativos ou softwares que você instala no computador ou celular para guardar as quantias recebidas.

A segunda é comprá-las nas casas de câmbio, como se estivesse comprando um punhado de dólares usando nossa moeda, o real. Neste caso, você compraria uma Bitcoin pelo valor dela no dia. 

Vale lembrar também que, por ser uma moeda de altíssimo valor, é possível comprá-las divididas em frações. Você pode adquirir, por exemplo 0,3 Bitcoin.

Quanto vale uma bitcoin?

Chegamos à parte delicada deste assunto. Muitos críticos da moeda virtual especulam que a Bitcoin vive uma bolha prestes a estourar, ou seja, que ela vai dar prejuízo a todos os investidores que apostaram nela por cair de valor de uma hora pra outra e nunca mais valorizar.

Por um lado, eles podem estar certos. A unidade dessa moeda chegou a valer mais de 40 mil reais em 2020, ao ponto que pode cair bruscamente de um dia para o outro, voltando a valer 100 dólares por qualquer que seja o motivo.

Os riscos de utilizar Bitcoin

Sendo uma moeda volátil e imprevisível, não é recomendado que as pessoas mantenham suas economias exclusivamente ou majoritariamente em Bitcoin.

Ela deve ser considerada como um bem de alto risco, portanto nunca guarde um dinheiro em criptomoeda se você precisa dele. Aceite ou compre Bitcoin se o dinheiro envolvido não for fazer falta caso perdido. Até mesmo por conta de sua baixa liquidez.

A moeda virtual é um investimento de fácil acesso, o que faz com que pessoas que nunca investiram em ações consigam participar deste mercado.

Isso é perigoso principalmente porque o “boca a boca” diz que “um conhecido meu ganhou muito dinheiro com Bitcoin”. Logo, por que você não tenta?

É preciso estudar a fundo as criptomoedas e saber todos os riscos envolvidos. Perder muito dinheiro de uma hora pra outra tem a mesma probabilidade de acontecer do que ficar um pouco mais rico de repente.

 

O jeitinho de enriquecer com Bitcoin

Como todo ativo que tem a capacidade de movimentar muita grana, o Bitcoin acaba atraindo olhares de pessoas mal intencionadas e de desavisadas. Na prática, isso é um prato cheio para as conhecidas pirâmides financeiras.

Nos últimos anos pipocou por todo lado “empresas” que prometiam ganhos incríveis com Bitcoin. Elas diziam que só era preciso você fazer o investimento e convidar mais pessoas para essa rede “maravilhosa” de ganhos. Simples assim.

“Piramid Alert Detected!”

Pois é, qualquer coisa que tente convencer você a investir seu dinheiro em troca de uma garantia, desconfie.

A real é que, por conta da atenção que o bitcoin vem trazendo, nasceu junto com isso um punhado de empresas de “Marketing Multinivel” de bitcoin.

Isso é fraude. Cuidado!

O futuro

É difícil apontar um futuro certo para este tipo de transação. Porém, é seguro dizer que as criptomoedas são parte da economia mundial.

Bitcoin é apenas a ponta do iceberg. Existem algumas criptomoedas surgindo (como a IOTA, que falaremos em outro texto). Elas representam, a grosso modo, a luta do livre mercado contra as grandes instituições financeiras, órgãos reguladores e governos.

É claro que sempre haverá aqueles que tentarão usar esse artifício para fins ilegais. Mas se as pessoas aderirem cada vez mais às criptomoedas, aceitando e pagando com Bitcoin legalmente, por exemplo, o número de transações com as moedas virtuais sustentará o próprio sistema.

E você, investiria nesta moeda depois de saber tudo isso?
Deixe seu comentário aqui no blog e participe desta discussão!

0
Tiago Feitosa

Tiago Feitosa

Graduado em Matemática, pós graduado em negócios bancários pela FAAP e pós graduando em Escola Austríaca de Economia. Possui certificação CEA e AAI. Se dedica a ajudar cada vez mais pessoas a se capacitarem profissionalmente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook

Deixe um Comentário:

6

avatar
newest oldest most voted
Gildasio Jesus
Visitante
Gildasio Jesus

Realmente o investimento em Bitcoin não é muito seguro pela sua volatilidade, ainda não aprofundei os estudos em relação ao bitcoin más como essa carteira é um software e fica em um celular e/ou computador fica uma duvida em caso de perca ou roubo do celular ou computador perderão também as moedas?

0
Marcelo
Visitante

muito bom seu artigo obrigado pelas dicas esta me ajudado muito

0
Ruy Galvão
Visitante
Ruy Galvão

Muito obrigado, Marcelo! Que bom que pudemos te ajudar. Tamo junto!

0
Valeria
Visitante

Muito interessante essa tecnologia do Bitcoin e da blockchain argumentos muito bons me ajudou bastante eu que estou ainda iniciando nesse mercado! obrigada!

0
Ruy Galvão
Visitante
Ruy Galvão

Magina, Valeria! Que bom que pudemos te ajudar nesse mercado doido 😉

0

Você também pode se interessar por: