Como é Trabalhar em Corretoras de Investimentos?

Seu sonho é trabalhar em corretoras de investimentos, meu nobre gafanhoto? Essa pode realmente ser uma carreira de sucesso, mas se você acha que é só vestir um terno e sair jogando a grana para o alto…bem…talvez não seja para você. Mas não desanime! É um ótimo mercado e pode, sim, garantir uma boa trajetória profissional além da alta lucratividade.

O que faz quem decide trabalhar em corretoras de investimentos?

Trabalhar em corretoras de investimentos é algo para quem realmente manja dos paranauês do mercado financeiro. Inclusive, vale lembrar, a certificação da Ancord é obrigatória para atuar como agente autônomo nessas instituições. Agora, se quiser ser analista ou operador, aí você precisa de outras certificações, que são a CNPI ou a PQO, e você não pode fazer mais de uma dessas funções ao mesmo tempo. Mas, isso tudo é papo para outra hora, beleza?

Funções nas corretoras de investimentos

“Mas, Tiago, o que cada um deles faz na corretora?” Existe uma “hierarquia” nas informações, meu nobre gafanhoto. Cada função dessas é responsável por uma parte disso, e todas são muito importantes para o sucesso da corretora, dos clientes e do Sistema Financeiro Nacional como um todo:

Analista

O analista de investimentos precisa ler tudo sobre o mercado todos os dias (não que você, como AAI, não precise!), filtrar as principais notícias e repassar para os operadores. É ele que recomenda o investimento para que o AAI leve até o cliente. Ele precisa identificar as melhores oportunidades e fazer as recomendações certas o mais rápido possível. Por isso, é importante estudar muito o mercado e estar sempre atualizado.

Agente Autônomo de Investimentos

Uma das principais funções do AAI é atender seus clientes e facilitar a aquisição de ações por parte deles. Isso tudo começa lá na prospecção, daí você precisa montar a sua carteira de clientes, saber analisar o perfil dos investidores e, claro, estar à disposição para ajudá-los a ter os melhores rendimentos. Afinal, quanto mais ele ganha, mais você ganha, certo? Como agente, você precisará receber as “calls” ou chamadas de compra e venda dos analistas e, então, repassá-las para seus clientes. Assim eles podem decidir o que querem fazer com base nas recomendações. Entendeu melhor como é trabalhar em uma corretora de investimentos, meu nobre gafanhoto? Confira outros artigos sobre esse tema aqui no blog da T2 Educação!
Tiago Feitosa
Tiago Feitosa

Graduado em Matemática e pós graduado em negócios bancários pela FAAP. Possui as certificações CPA10, CPA20, CEA e AAI, além disso é Consultor de Valores Mobiliários credenciado na CVM. Se dedica a ajudar cada vez mais pessoas a se capacitarem profissionalmente.

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
guest
0 Comentários

Você também pode se interessar por

COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram