Quais são as maiores dificuldades no banco?

Esses dias estávamos dando aquela pesquisada básica na internet e nos deparamos com comentários bem inusitados em uma postagem.

O tema da conversa entre os bancários eram as maiores dificuldades no banco.

Não eram clientes reclamando do banco. Eram profissionais que contavam o que os incomodavam no dia a dia do trabalho no mercado financeiro.

Achamos legal compartilhar essas pequenas histórias com vocês. E coube a mim, o redator, escrever aqui.

Então vamos descobrir qual são as maiores dificuldades no banco!

Falta tempo para fazer tudo

“Mas, Ruy, isso não é meio óbvio?”

Pode até ser, mas acredite: tem gente que pensa que vida de bancário é moleza. Espera só pra atender clientes que pensam que você não tem nada pra fazer o dia todo.

Muitas pessoas comentaram que um bancário precisa ser praticamente multitarefa. E que mesmo priorizando as coisas mais importantes, é quase impossível dar conta de toda a demanda do dia.

A grande de quantidade de relatórios também é citada por um bancário. Ele conta que perde tanto tempo com relatórios que passa mais tempo na agência do que com o cliente.

Ou seja, a administração do tempo é uma das coisas mais importantes para quem quer trabalhar no banco.

Falta De Tempo - T2 Educação
Pode falar, você já se sentiu assim antes.

 

Atingir as metas nem sempre é possível

É fácil julgar, para quem vê de fora, quando alguma meta não é atingida.

Mas para quem está na correria, sofrendo nas mãos de clientes desesperados, o buraco é muito mais embaixo.

Agências mais antigas pecam na infraestrutura. Sistemas estão obsoletos, e ainda assim os bancários são cobrados para atingir metas cada vez mais ousadas.

Nos nossos cursos preparatórios CPA 10, CPA 20 e CEA da ANBIMA, temos um curso bônus de Técnica de Vendas que tem ajudado muitos alunos com este problema. Se atualizar e continuar estudando é um jeito eficaz de se manter importante para a instituição que te contratou.

Vou fazer uma crítica aqui, e me perdoem se eu estiver errado. O profissional pode até buscar melhorar suas técnicas de venda, mas uma empresa precisa conhecer e otimizar seus processos antes de cobrar algo a mais do seu funcionário. Nos bancos, isso acaba gerando uma demanda por gerentes mais qualificados. 

E este é o nosso próximo tópico.

Gerência despreparada: um problema sério

Longe de mim querer causar discórdia. Mas li alguns comentários de profissionais que “entregavam” seus gerentes.

Essa talvez seja uma das maiores dificuldades no banco. Quando você tem uma equipe com vontade de crescer e trabalhar, mas um líder (ou uma líder) sem o devido preparo. 

Isso não significa que a gerência é ruim. Ela apenas poderia ser melhor. Não vou ignorar o fato de que toda empresa tem pessoas desmotivadas, funcionários que fogem dos problemas.

Se pensarmos nos processos burocráticos que todo banco possui, seria talvez o papel do gerente pensar em uma solução para estes problemas? Eu acredito que sim. Por isso é bom estar qualificado para assumir estes papeis, e as certificações da ANBIMA ajudam neste propósito.

Um líder precisa pensar no bem de sua equipe. E não há nada melhor para ele do que ter um bom local de trabalho, que funciona para todos, com pessoas que sabem o seu papel na equipe.

Falta de ética no trabalho (infelizmente)

Pode ser chato falar disso, mas todo mundo é adulto aqui. Eu acho. Se você tem menos de 18 anos e tá lendo este blog, parabéns pela iniciativa.

O que eu ia dizendo é: existem pessoas ruins no mundo. E no banco não é diferente.

Algumas pessoas citaram a falta de ética como corriqueira. Nos rankings de funcionários das agências, não é incomum ver uma pessoa considerada preguiçosa e “mentirosa” no topo.

Coloquei a palavra mentirosa entre aspas porque não podemos generalizar. Às vezes, para vender algo para o cliente, o bancário menos ético pode ocultar informações, ou vender algo errado só para ficar bem no ranking.

Sabe aquela famosa venda casada de produtos que não têm nada a ver com o cliente ou entre si? Pois bem, isso é tão errado quanto um cliente suspeito de lavagem de dinheiro.  E falando em lavagem de dinheiro, vou deixar um vídeo do professor Tiago que fala sobre a comunicação de valores suspeitos ao COAF pra você não ter dúvidas de como agira na situação:

Se você é uma pessoa correta (e eu espero que seja, de coração), continue assim. O mundo precisa de mais pessoas justas, mesmo que dê raiva de quem não é.

Manter-se motivado no dia a dia!

Este último tópico eu levaria para todos os momentos da vida, não somente no trabalho.

As dificuldades no banco podem fazer você se sentir pra baixo, desmotivado. E isso é compreensível. Falamos aqui das metas, dos problemas envolvendo gerência, estrutura e processos. Tudo para te deixar pra baixo, correto?

Errado, nobre gafanhoto.

As dificuldades são superadas por quem se prepara. Por quem se organiza, cria amizade com as pessoas em volta e ajuda quem precisa, seja ela cliente ou parceiro de trabalho.

Com treinamento e dedicação, você irá longe no mercado financeiro. Sorria quando atingir metas, aproveite os momentos de contato com clientes para tratar as pessoas de igual para igual. Crie verdadeiros laços de respeito com os outros, e receba gratidão e sorrisos de volta.

Essa sensação não tem preço. E é nela que você deve se apoiar.

A recompensa virá no tempo certo. Pois, no banco, também há justiça, e com certeza tem alguém vendo seu esforço no dia a dia.


Você também tem algumas dificuldades no banco?

Deixe seu comentário aqui e conta pra gente como você lida com elas!

0

Compartilhar este post:

Deixe o seu comentário!