Mercado a Termo — O Que É e Como Funciona

Muitas pessoas me perguntam o que é o mercado a termo e como ele funciona. Mas antes de eu te explicar esse conceito, é importante que você saiba que ele é composto por características que variam de acordo com o lugar onde é negociado.

Se você quer entender melhor esse conceito e como ele funciona, vem comigo!

O que é o mercado a termo?

O mercado a termo é um acordo entre vendedor e comprador, em que ambas as partes envolvidas no contrato de compra e venda de ativos, conhecidas como contrapartes, especificam o objeto que consta no compromisso firmado, definindo: 

  • volume;
  • preço estipulado;
  • data de entrega e de pagamento.

Quais são as características do mercado a termo?

Antes de começar a falar, de fato, sobre as suas características, é importante que você conheça onde ele será negociado, pois isso é determinante para saber suas características. Temos dois lugares:

  • bolsa de valores;
  • mercado de balcão.

Com isso em mente, já posso te explicar as características desse tipo de acordo. Confere comigo!

Variedade de negociações

Quando falamos sobre o mercado a termo na bolsa de valores, as negociações são, essencialmente, de ações.

Já no mercado de balcão, existe uma variedade maior de coisas que podem ser negociadas, como ações, debêntures e outros títulos e valores mobiliários emitidos por companhias abertas, por exemplo, basta somente encontrar uma contraparte disposta a participar da negociação.

Prazos diferenciados

No mercado de balcão não existe uma regra em relação ao prazo. Já nos contratos do mercado na bolsa de valores o prazo máximo é de 999 dias.

Apesar desse limite, o prazo mais comum que vemos na bolsa de valores é 16 ou 30 dias.

Liquidez específica

O mercado a termo não tem muita liquidez, principalmente no mercado de balcão. Isso porque é criado um contrato a termo com fatores definidos para atender às suas necessidades.

Nesse caso, para você conseguir sair do acordo, é necessário encontrar uma outra contraparte e montar um contrato com as mesmas condições, mas, ao invés de comprar, você o vende. Essa ação faz com que uma posição anule a outra.

Possibilidade de liquidação antecipada

A liquidação antecipada de um contrato a termo negociado na bolsa de valores depende apenas da vontade do comprador e pode ser parcial ou total, mas não terá desconto no valor acordado.

Já no contrato a termo negociado no balcão, existe a possibilidade de liquidação física. Nesse caso, a liquidação antecipada depende da vontade do vendedor e do comprador, considerando que o produto do vendedor pode não estar pronto antes da data acordada.

Além disso, em contratos a termo negociados no balcão, é necessário que a possibilidade de liquidação antecipada esteja previamente acordada entre as partes.

“Mas Tiago, quem garante que o comprador terá o dinheiro para pagar ou que o vendedor terá as ações para entregar?” A resposta é a margem de garantia.

O que é a margem de garantia?

A margem de garantia é uma porcentagem recolhida dos participantes sobre o valor das ações envolvidas no contrato a termo. Essa margem pode sofrer variações durante o período firmado devido às oscilações do mercado. 

Ela é recolhida somente em contratos a termo negociados na bolsa de valores, já que eles são padronizados pela [B]³, enquanto o mercado de balcão não é padronizado e tem regras diferentes.

Agora que você já sabe o que é e como funciona o mercado a termo, confira também este artigo sobre ações americanas e fique por dentro do funcionamento do mercado de ações no exterior.

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
guest
0 Comentários

Você também pode se interessar por

COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram