O Que é Inflação e Quais Seus Impactos?

Você sabe o que é inflação? Bem, provavelmente você já ouviu  falar sobre esse assunto em discussões ou reportagens relacionadas à finanças, certo?

Entender o que é este conceito é extremamente importante, já que ele impacta fortemente a economia do país, a rentabilidade de investimentos e até mesmo a rotina dos cidadãos, como em uma simples compra no supermercado, por exemplo.

Portanto, se você é um investidor ou pretende ingressar nesse universo, confira este artigo com informações muito relevantes para te ajudar a tomar decisões assertivas e evitar problemas com o seu dinheiro.

Vem comigo!

O que é inflação?

Entender o que é inflação é bem simples. De forma resumida, ela é o aumento nos preços de uma economia. Em decorrência disso, temos a desvalorização da moeda, gerando, consequentemente, a redução no poder de compra. Ou seja, com a inflação, os preços do mercado se tornam mais altos, aumentando o custo de vida no país.

Um exemplo prático bem simples para entender esse conceito é comparar o que era possível comprar com um determinado valor há 10 anos e o que é possível comprar com esse mesmo valor atualmente.

Você irá perceber que a quantidade de itens que você adquiria com R$300,00 em um supermercado, por exemplo, está cada dia menor. Isso acontece justamente porque a inflação fez com que o Real se desvalorizasse com o passar dos anos e tornasse o poder de compra menor.

Quais são as causas da inflação?

Agora você já sabe o que é inflação, mas vamos entender quais são as causas. Confira:

1. Lei da oferta e procura

A lei da oferta e procura, basicamente, diz que: quando a busca das pessoas por um determinado produto é muito maior do que a sua oferta, os preços tendem a aumentar. Da mesma forma que, se essa procura está em um nível menor do que a oferta, os preços diminuem.

Portanto, quando ocorre esse aumento excessivo na execução de compras e ele não é acompanhado pela oferta do produto, acontece a inflação, elevando os custos.

2. Aumento no custo de produção

Um segundo fator que também é responsável pela inflação é a elevação nos custos de produção de mercadorias.

Esse aumento pode ser causado por diferentes razões, como:

  • aumento nos impostos;
  • aumento de salário dos colaboradores;
  • elevação dos gastos com matérias-primas;
  • dívidas da empresa.

Os custos gerados por situações como as listadas acima tendem a ser repassados para o custo final do produto, consequentemente elevando a inflação.

3. Aumento na emissão da moeda

Muitas vezes, é necessário que o governo de um país imprima mais dinheiro para lidar com dívidas ou evitá-las, como no caso em que os gastos estão sendo maiores do que o que é arrecadado.

Nestas situações, o volume de dinheiro circulando é maior, porém ele não ocorreu de forma natural e nem está relacionado a uma geração de riqueza no país, e sim foi impresso de forma “forçada” para equilibrar o dinheiro disponível para o governo arcar com seus gastos. 

Com tudo isso, teremos mais dinheiro circulando do que produtos e serviços sendo ofertados no mercado, fazendo também com que os preços subam e a inflação aumente.

Quais são os impactos da inflação?

Bom, agora que você já sabe o que é inflação e quais fatores causam esse problema, é hora de entender, de fato, quais são os seus impactos na sociedade. 

1. Perda do poder de compra

Como o exemplo que eu dei no comecinho deste artigo, temos a perda do poder de compra por parte do consumidor como principal impacto da inflação.

A inflação faz com que a moeda de um país seja desvalorizada e causa um aumento nos preços de serviços e produtos. 

A combinação de uma moeda desvalorizada no mercado com as mercadorias com um preço cada vez mais alto torna a situação da população em relação ao poder de compra cada vez mais difícil.

2. Rentabilidade de investimentos prejudicada

Quando entramos no universo de investimentos, é indispensável tomar alguns cuidados.

Além de definir o seu perfil de investidor, escolher o tipo ideal de investimento e entender como ele funciona, também é importante saber que a rentabilidade real dele será referente ao valor final descontado da inflação.

Isso significa que se o seu investimento teve um retorno de 10%, por exemplo, e a inflação nesse período foi de 1%, sua rentabilidade real foi de 9%. Da mesma forma, se nesse mesmo período a inflação foi de 12%, a rentabilidade real foi de -2%. 

“Mas Tiago, então quer dizer que é possível a rentabilidade ser negativa por conta da alta inflação?”

Isso mesmo. É possível que, mesmo rendendo uma boa porcentagem com seus investimentos, caso a inflação esteja muito alta, você acabe perdendo dinheiro. 

3. Diminuição de investimento de outros países

Com a inflação alta, o investimento do mercado internacional no país é prejudicado. Isso porque uma economia com problemas traz incertezas ao setor econômico e é vista de maneira negativa pelos investidores.

Portanto, a inflação gera diminuição nos investimentos internacionais, reduzindo, consequentemente, as contribuições para melhorias no país que esse dinheiro poderia oferecer. 

Agora, você que é um investidor ou deseja se tornar um,  já sabe o que é inflação e como ela pode prejudicar suas ações nesse setor. Então, confira este artigo sobre o mercado Bitcoin e fique por dentro desse investimento que está super em alta.

Compartilhe!

guest
0 Comentários

Você também pode se interessar por

COMPARTILHE!

Acesso Rápido