Pegadinhas da ANBIMA — 3 Dicas Para Não Errar Questões da Certificação!

Em qualquer prova tem aquele tipo de questão que todo mundo já errou um dia, não é mesmo? Daí, esse erro comum começa a ser conhecido entre a galera e vira aquele que sempre pega os desavisados. É sobre isso que eu vou falar hoje: as pegadinhas da ANBIMA

Pegadinhas da ANBIMA

Não, meu nobre gafanhoto. Não pense que a ANBIMA para e pensa sempre em algo especificamente feito para ver você errar.

As “pegadinhas DA ANBIMA” são mais aquelas questões que você chega sabendo, mas na hora da prova vai e marca errado, só porque não prestou atenção, sacou?

Hoje eu vou dar uns exemplos aqui e você já pode anotar para não cair nessas, ok? Confere aí!

1. Leia duas vezes as porcentagens

Porcentagens enganam, afinal, podem ser usadas para qualquer tipo de quesito! Um exemplo comum de pegadinha nesse sentido é a da Classificação CVM dos fundos de investimentos em ações.

Uma carteira de um fundo como esse, de acordo com a Classificação CVM, precisa conter no mínimo 67% de ações em sua composição ou ativos que derivam de ações (BDR, Subscrição)

Então, em uma pergunta como “A carteira de um fundo de ações deve ser composta por:” Provavelmente você vai direto no 67% lá, né? Só que nem sempre é assim.

Pense que tem, por exemplo, uma resposta que seja “no máximo 33% em títulos públicos”, que é correta. Você nem viu porque foi direto no que parecia mais óbvio.

Por isso, preste atenção às porcentagens, sempre!

2. Hierarquia das instituições

Pensa rápido!

Quem é o órgão fiscalizador das corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários?

Respondeu CVM? Errou!

Olhou ali, leu “valores mobiliários” e foi sem nem ver na CVM, né?

Pois é. Essa é uma das principais pegadinhas da ANBIMA.

É importante destacar que a competência da CVM em relação às CTVMs e DTVMs está limitada ao que prevê a Lei 6.385/76, ou seja, às operações com valores mobiliários.

Por serem instituições financeiras, cabe ao Banco Central do Brasil (BACEN), fazer essa fiscalização, beleza?

Mais uma aí para tomar cuidado. Sempre leia com muita atenção, calmamente, e responda com certeza!

3. Duas alternativas corretas

Sim, eu sei que não pode ter duas alternativas corretas, mas e se uma estiver mais correta do que a outra?

Um exemplo: Sobre o tesouro direto, qual a alternativa correta abaixo?

  1. pessoas físicas e jurídicas podem comprar títulos públicos federais;
  2. pessoas físicas podem comprar títulos públicos federais;
  3. pessoas físicas podem comprar e vender títulos públicos federais.

Se você leu com atenção, provavelmente respondeu certo. É a terceira!

“Mas ,Tiago, a segunda não está certa?”

Está! Mas a segunda está incompleta, sacou?

Daí você vai lá, direto na segunda, marca e erra por bobeira.

Para essa, fica a dica: leia todas as alternativas, mais de uma vez, antes de responder, beleza?

Quer mais dicas sobre pegadinhas da ANBIMA e outros detalhes sobre a prova? Confira o blog da T2 Educação e prepare-se para fazê-la assim que possível!

0 0 vote
Article Rating
0
Tiago Feitosa

Tiago Feitosa

Graduado em Matemática, pós graduado em negócios bancários pela FAAP e pós graduando em Escola Austríaca de Economia. Possui certificação CEA e AAI. Se dedica a ajudar cada vez mais pessoas a se capacitarem profissionalmente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook

Deixe um Comentário:

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode se interessar por: