Por que um jogador de futebol ganha tanto dinheiro?

Em tempos de grandes contratações de jogadores de futebol, vem à tona a discussão: por que um jogador de futebol ganha tanto dinheiro?

É justo um sujeito que corre 90 minutos atrás de uma bola ganhar 135 milhões de reais por temporada, enquanto um professor ganha 24 mil por ano?

E, acredite, a resposta é sim, isso é justo! Pode até não ser socialmente aceito por algumas pessoas, mas é justo.

Para falar melhor sobre isso, vou usar o mundialmente conhecido Cristiano Ronaldo.

Cris Bike - T2 Educação
Cristiano Ronaldo contra a Juventus, na Champions League da temporada passada.

Por que um jogador de futebol ganha tanto dinheiro?

O salário de um profissional não está relacionado com a importância social de seu trabalho. Ele está relacionado ao quão escasso é esse profissional, e quanto valor esse profissional gera para a sociedade.

A pergunta é: quantas pessoas podem fazer a mesma coisa que aquele professor do ensino fundamental? (ou até mesmo, quantas pessoas podem fazer o que você faz hoje em seu trabalho?)

Quanto mais difícil de ser substituído, maior será seu salário. Quanto mais fácil de substituir sua mão de obra, menor será seu salário.

É claro que um professor tem papel fundamental na nossa sociedade. No entanto, se um professor do ensino médio não puder mais prestar serviços, no outro dia a escola terá uma centena de currículos de professores aptos a substituí-lo. Todos os anos as faculdades do Brasil despejam centenas de profissionais com as mesmas qualificações no mercado.

Um professor, por mais hábil que seja, (e trabalhe 12 horas por dia) poderá cuidar de, na média, 4 salas de aulas com 40 alunos em cada. Isso significa que um professor vai cuidar, em um ano, de 160 alunos.

Antes de me crucificar pelo que vou falar agora, deixa eu revelar uma coisa: eu sou professor. Eu tenho licenciatura em matemática e física.

Mas o fato é que um professor mediano pode ser facilmente substituído. Ele impacta a vida de poucas pessoas. Por isso, o salário do professor não é tão atrativo assim.

A realidade dos jogadores de futebol

Agora, sobre os jogadores de futebol. A primeira coisa que devemos levar em consideração é que, segundo a CBF, mais de 80% dos jogadores profissionais ganham menos de R$ 2.000,00 por mês.

Sim, esses jogadores são facilmente substituídos e não conseguiram jogar em um time de elite do futebol.

Mas temos 20% de jogadores que ganham mais do que 2.000,00. E ainda um pequeno percentual com salários milionários.

Parece muito pagar ao Cristiano Ronaldo a bagatela de 135 milhões por temporada? Pega um café e senta com calma, porque vou lhe mostrar que esse valor talvez seja até mesmo baixo.

Investimento e resultado

Cris Juve - T2 Educação
A Juventus de Turim investiu no melhor jogador do mundo. E os resultados foram imediatos.


Após o anúncio da contratação do Cris (sim, eu chamo o Cristiano Ronaldo de Cris), a Juventus, sua nova equipe na Itália, vendeu, nas primeiras 24 horas, 520 mil camisetas.

Isso representa um faturamento de 62 milhões de dólares. Se convertermos com a cotação atual de R$ 3,90, chegamos em 241 milhões de reais em faturamento só com camisetas.

Ainda assim você acha que é muita grana investida no Cris?

Essas 520 mil camisetas não se auto fabricaram. Logo, foi necessária a contratação de mão de obra na confecção. Além disso, as lojas mundo afora precisaram contratar funcionários para o processo de venda e entrega.

Para ver o Cris em campo, turistas de toda a Europa (muitos países estão a um trem de distância) irão à Turim. Ao fazer isso, eles consomem em bares, restaurantes e hotéis da cidade. Resultado: mais emprego e renda na região.

Com os estádios lotados, os espaços publicitários nos estádios ficam mais caros. Isso valoriza a marca da Juventus e de seus patrocinadores. Com a marca em alta mais pessoas estarão dispostas a comprar os produtos de seus patrocinadores que, por sua vez, terão de contratar mais colaboradores.

Em resumo, com a bola no pé, Cristiano Ronaldo enche o bolso de dinheiro. Mas também enche estádios, enche as lojas da Juve e de seus patrocinadores, gera milhares de novos empregos indiretos.

O Cris não ganha milhões porque é um sortudo. Ele ganha porque gera um valor para sociedade que nenhuma outra pessoa é capaz de gerar.

Um professor ganha relativamente pouco. Não porque a gente não gosta de professor, mas porque, de um modo geral, os professores impactam a vida de poucas pessoas!

O ensinamento que fica

Pra você não cair no discurso de que não é justo um jogador ganhar tanto dinheiro assim, vamos pensar o seguinte.

Um jogador só ganha essa quantia porque é capaz de gerar um valor absurdo para a sociedade (como aprendemos, com vendas, patrocínios, empregos, impostos, etc.).

Portanto, só existe um jeito de você ganhar mais. E não é esperando o sindicato lutando por dissídio.

Seja mais raro, mais exclusivo. Para conseguir isso, você precisa estudar, ter as certificações do mercado. Conheça o seu mercado como poucos, aprenda outro idioma, enfim, melhore sempre.

Gere valor para seus clientes, para o seu empregador. Acredite: quanto mais valor você gera em seu trabalho, maior será sua remuneração.

Seja o Cris do seu trabalho.

E me responda aqui nos comentários: isso faz sentido pra você?

Cris Portugal - T2 Educação
Um profissional que representa um país inteiro. E há quem diga que ele não merece ganhar o que recebe.
0

Compartilhar este post:

Deixe o seu comentário!