Será Que a Certificação CEA é Para Mim?

“Tiago, a certificação CEA é para mim? Será que eu deveria tirar?”

Ah, meu nobre gafanhoto, eu já ouvi essa pergunta muitas vezes. E a minha resposta? Acho sim! Mas depende!

A certificação CEA é para mim?

“Depende? Mas como assim, Tiago?”

Para te ajudar, eu vou explicar neste artigo o que você deve pensar na hora de decidir, beleza?

1. Avalie seu atual momento

Prestar atenção em como anda a sua vida agora é essencial para você responder a dúvida de se a “certificação CEA é para mim”.

Você pode até pensar que, como a CEA já te “entrega” a CPA 10 e a 20, seria legal ir direto para ela. Mas nem sempre essa é a melhor ideia. Eu, por exemplo, não recomendo isso!

Se você é jovem e está na faculdade, entendendo o mercado financeiro e tudo o mais e agora que foi conhecer esse lance de certificação, o natural é que você faça a CPA 10, beleza? É melhor respeitar a sua trajetória, não atropelar nada!

2. Tenha prática no mercado

Ainda que a CEA seja uma certificação diferenciada, que poucos têm, ela não faz de você um bom profissional só por estar carimbada lá no seu currículo. O que vai fazer de você alguém respeitado no mercado é a experiência, manjar realmente dos paranauês todos, meu nobre gafanhoto.

Abra conta em corretoras, invista, estude os produtos, leia sobre os fundos de investimento, entenda as taxas, entre outros. Mesmo que você ainda não trabalhe em um banco ou outra instituição financeira, saiba lidar com o mercado!

Essa bagagem toda você vai levar lá para frente, quando for trabalhar de verdade com investimentos. É enriquecedor, e é ela que vai te fazer mostrar o profissional CEA que você realmente é.

3. Como está seu plano de carreira?

Você tem um plano para a sua vida pessoal e profissional? Não? Então antes de tudo é importante que faça!

Não estou falando de algo que fale o que você vai fazer daqui até a sua aposentadoria, mas sim daqui quatro ou cinco anos. Onde você quer chegar?

Desenhe isso e coloque a CEA, entre outras certificações, dentro desse planejamento. Assim você saberá direitinho quando deve apostar nela, e se faz sentido para você nesse tempo!

De nada adianta sair correndo se for para parar lá na frente, entendeu? Então, antes de se desesperar pensando se a “certificação CEA é para mim?” Vá com calma e seu sucesso estará garantido, meu nobre gafanhoto!

Se tiver qualquer outra dúvida, conte com os artigos do blog da T2 Educação e também com a nossa playlist no YouTube!

0

Compartilhar este post:

Deixe o seu comentário!