Taxa Selic Histórico E Esperado Para 2021

A Selic é a taxa de juros básica da economia brasileira. A partir dela, são estabelecidos outros índices de juros que refletem diretamente nos preços dos bens de consumo e nos retornos de investimentos. Por este motivo, entender o histórico da taxa Selic é fundamental para qualquer investidor. 

Mas, antes de conhecer o panorama, é importante entender como ela funciona e o que influencia essas mudanças. Vem comigo que eu te explico tudo neste artigo!

Como funciona a taxa Selic?

Antes de mais nada, para você começar a entender o assunto, precisa saber que a taxa Selic tem um ligação direta com a inflação do país. Ela é uma das principais estratégias da política monetária brasileira para manter o controle inflacionário.

Por este motivo, as variações no histórico da taxa Selic impactam diretamente a vida dos consumidores e investidores brasileiros

“Como assim, Tiago? Como funciona isso?”

Pois é, meu caro, quando você ver a lógica por trás, é muito simples. 

Vamos começar pelo mais básico: quanto mais dinheiro está disponível, mais as pessoas vão consumir. Como regra fundamental do mercado, seguindo a lei da oferta e procura, quanto maior a demanda por determinado bem, mais valioso ele fica. É assim que os preços aumentam.

É exatamente aqui onde entra a Selic. E, para controlar a inflação, ela vai direto na raiz do problema, controlando a quantidade de recursos disponível para os brasileiros.

Na prática, funciona assim: a taxa Selic aumentou? Todos os outros juros também aumentam e fica mais caro conseguir crédito. Isso já é suficiente para que as pessoas consumam menos e poupem mais. 

O contrário também é verdadeiro. Caso a taxa Selic diminua, os bancos tendem a baixar as suas taxas de juros. Isso resulta em créditos mais acessíveis, aquecendo a economia e elevando novamente o poder de compra. 

Tenho certeza que, agora, muitas coisas já começam a fazer um pouco mais de sentido. Depois dessa explicação, você vai entender melhor o histórico da taxa Selic. Mas, primeiro, vale entender um pouco sobre como ela é estabelecida.

Como a Taxa Selic é calculada?

A responsabilidade de definir a taxa Selic é do Comitê de Política Monetária (Copom), formado pelo presidente do BC e alguns dos seus diretores. Essa equipe se reúne a cada 45 dias para atualizar o valor da taxa. 

A decisão de diminuir, aumentar ou manter como está é pautada nas análises dos principais tópicos:

  • nível de inflação;
  • taxa de câmbio;
  • taxa de juros externa;
  • importações e exportações;
  • nível de atividade econômica;.
  • perspectiva de crescimento econômico.

O valor de juros que é estabelecido nessas reuniões é conhecido como taxa Selic Meta. Seu objetivo é servir de parâmetro, mas, na prática, pode ser que outra porcentagem seja praticada. 

O juros que realmente é executado é chamado de taxa Selic Over. Ela é uma média de todas as operações que utilizam a Selic Meta como guia. A Over pode ser igual ou um pouco diferente do que a Meta.

Agora que você já entendeu como funciona, fica muito mais fácil interpretar o histórico da taxa Selic ao longo dos anos. 

Histórico da Taxa Selic

Como atualização mais recente, em setembro de 2021, o Copom aumentou a taxa de juros básica de 5,25% para 6,25%. 

A previsão para o fim do ano é que a taxa chegue a 8,25% ao ano. Para o fim do próximo ano, 2022, a estimativa é de que a taxa alcance 8,50% ao ano. Esses seriam os números mais altos desde 2017, quando ela estava em 13,65%. 

Veja a seguir os valores históricos da taxa Selic desde 2010:

Ano Taxa Selic Acumulada
2010 9,27%
2011 11,04%
2012 8,11%
2013 7,92%
2014 10,4%
2015 12,54%
2016 13,2%
2017 7,4%
2018 6,5%
2019 5,79%
2020 4,25%

Se você quer fazer investimentos melhores, é importante não só acompanhar as variações no histórico da taxa Selic, mas também entender o que está por trás dessas mudanças. 

Aqui na T2 Educação, nós temos um curso de economia não economistas. Dessa forma, você se torna um especialista para acompanhar sua carteira e tomar as melhores decisões para o seu dinheiro. 

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
guest
0 Comentários

Você também pode se interessar por

COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram