Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre Anbima e CPA 20

Caso você esteja entrando no universo de investimentos agora, deve ter ouvido falar de Anbima e CPA-20. Mesmo que você não saiba exatamente o que são esses dois termos, você pode perceber que se depara com eles facilmente quando está estudando sobre o assunto e precisa entender. 

Neste artigo, eu vou te explicar tudo sobre eles. Vem comigo e fique por dentro!

Qual é a relação entre Anbima e CPA-20? 

Se você chegou até aqui querendo descobrir o porquê de Anbima e CPA-20 geralmente estarem na mesma frase, já vou tirar sua dúvida de uma vez.

A sigla CPA-20 significa Certificação Profissional Anbima. Como já ficou claro, ela é uma especialização proposta pela Anbima, que, por sua vez, é a entidade autorreguladora do mercado financeiro. 

Respondi a sua questão, mas nem tanto, não é? Imagino que você deve estar se perguntando, pelo menos, qual é a necessidade disso tudo. Pois então continue lendo que eu vou explicar como funciona a Anbima e a CPA-20. 

Anbima — O que é, como funciona e para quê serve?

Para início de conversa, Anbima também é uma sigla para “Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais”.

A Anbima surgiu em 2009, depois da fusão da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid) e a Associação Nacional das Instituições do Mercado Financeiro (Andima) — instituições que tinham mais de quatro décadas de atuação. 

Por definição, a Anbima é uma associação civil, sem fins lucrativos, que tem por objetivo garantir a evolução dos investimentos brasileiros em relação ao cenário global. Sendo assim, ela busca impulsionar o desenvolvimento econômico do país através da organização e da autorregulação de empresas desse setor. 

Fazem parte da Anbima bancos, corretoras de valores e gestoras de investimento. 

Para cumprir com o seu propósito, a Associação atua em quatro frentes:

  1. informação: a Anbima tem uma das maiores bases de dados financeiros do mundo. Ela disponibiliza gráficos, índices, rankings e pesquisas de tendências para os profissionais do mercado financeiro a fim de que eles tomem decisões o mais conscientes possível;
  2. representação: uma vez que é formada por instituições do mercado financeiro, cabe à Anbima representá-las em debates, fóruns, consultorias e comícios. Essas discussões são importantes para a adoção de novas propostas e ideias que melhorem as suas normas e, consequentemente, a autorregulação.
  3. autorregulação: o intuito da Anbima é melhorar o mercado financeiro, por isso, estabelece diretrizes para uma boa atuação de profissionais que atuam na área. A associação estabelece normas que são atualizadas continuamente acompanhando as necessidades que surgem. 
  4. educação: por fim, uma vez que pretende melhorar a atuação profissional, a Anbima entende que essa evolução exige educação. Por isso, oferece aos especialistas da área qualificações e certificações que garantem o desempenho dentro das normas e diretrizes. Não à toa, ela é a principal certificadora do país. 

Apesar de ser uma associação civil, a Anbima tem muita influência no mercado, pois ela garante mais segurança para os operadores uma vez que estabelece mais padrões éticos de atuação.

A adesão a essas regras, por sua vez, não são obrigatórias, tendo caráter punitivo somente dentro da instituição. Se um dos profissionais se comprometer com o código de ética e não obedecer, ele pode sofrer penalidades como cartas de advertência, multas, advertências públicas, suspensão do selo da associação e exclusão.   

De qualquer forma, as diretrizes têm mais um caráter educativo mesmo. 

Falando nisso, já ficou claro que essa é a relação entre Anbima e CPA-20?

A CPA-20 — junto às certificações do segmento de distribuição CPA 10 e CEA — é uma das certificações da Anbima que fazem parte desse plano educativo da Anbima para tornar o mercado financeiro melhor, mais ético e seguro. 

O que você precisa saber sobre a CPA-20?

A Certificação Profissional Anbima 20 foi criada em 2002 com o objetivo de preparar profissionais para trabalhar na negociação de produtos de investimento para clientes que já investem ou que têm uma renda alta. 

Só a título de curiosidade, quem tem esse certificado está automaticamente qualificado para exercer as atividades estabelecidas no CPA-10 — certificação que veio antes dessa —, pois o mais recente é mais complexo e exige mais conhecimentos. 

O certificado de CPA-20 é indicado para quem deseja trabalhar como consultor de investimento, seja em instituições que seguem o  Código de Certificação da Anbima ou não, isso porque ele passa mais credibilidade e confiança tanto aos empregadores quanto aos clientes. 

Para conseguir a certificação, o profissional deve fazer a prova da Anbima. A avaliação é online e o candidato pode agendar a prova da CPA-20 no melhor dia e horário. O participante tem de responder 60 questões e conseguir, no mínimo, 70% de acerto. 

A validade do certificado é de cinco, podendo ter esse prazo estendido, dependendo da situação do profissional.

Aqui na T2 Educação nós temos um curso para CPA-20 que contempla apostilas atualizadas, simulados interativos e suporte individual. Se você quer essa certificação da Anbima, venha estudar com a gente!

Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
guest
0 Comentários

Você também pode se interessar por

COMPARTILHE!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram