Onde Investir na Crise?

Nesse período maluco que a gente está vivendo, recebo muitas perguntas sobre onde investir na crise.

É claro que sempre existe a possibilidade de ajudar com conselhos, mas será que estamos vendo tudo isso com clareza, de verdade?

É sobre essa questão que eu quero falar neste artigo, então pega um café rapidinho e vem comigo!

Como decidir onde investir na crise?

Um ponto em comum na maioria das perguntas que eu recebo é o tipo de investidor. Normalmente fulano vem e fala “Ah, Tiago… Sou um investidor agressivo. Onde investir na crise?”

É normal que, para pedir um conselho desses, a pessoa julgue essa informação necessária, mas será que isso realmente ajuda?

É importante, claro. Mas não dá para recomendar nada só com base nisso.

Afinal, o seu perfil só me diz se você aceita os riscos com mais ou menos tranquilidade, sacou?

Lembre-se: o perfil de investidor é um ponto, o contexto atual do mercado é outro completamente diferente.

Entenda a situação financeira do investidor

Você vai, sim, verificar o perfil, mas além disso precisa entender a situação financeira desse investidor! Faça algumas perguntas:

  • ele já tem um patrimônio?
  • para quê ele quer investir? Tem objetivo claro?
  • qual o prazo do investimento que ele quer fazer nesse momento?

Sem essas respostas é simplesmente impossível fazer qualquer indicação de produto de investimento.

Não adianta o cara ir lá e falar “Ah, sou super arrojado. Gosto de correr riscos!”

Daí você vai falar com ele sobre mercado de ações e ele simplesmente não tem nenhuma reserva de emergência.

Sem liquidez não dá para pensar em ir para esse mercado, né?

Então, antes de recomendar qualquer produto, você precisa saber se o investidor tem uma reserva, um local de onde ele possa sacar algum valor a qualquer tempo e sem perdas, se for necessário.

Não importa o perfil de investidor, primeiro ele precisa construir a reserva de emergência. Principalmente quando falamos de investir na crise, sacou?

Resumindo…

É o seguinte: não dá para recomendar todos os produtos de investimentos com base no cenário atípico pelo qual estamos passando.

Como profissionais do mercado financeiro, agora nós precisamos oferecer segurança acima de tudo. Suitability é a palavra de ordem aqui.

Ele precisa ter certeza de que sua recomendação não só é aderente ao perfil dele, mas também à situação da economia e aos seus objetivos!

Gostou das dicas? Confira mais informações aqui no blog da T2 Educação!

0 0 vote
Article Rating
0
Tiago Feitosa

Tiago Feitosa

Graduado em Matemática, pós graduado em negócios bancários pela FAAP e pós graduando em Escola Austríaca de Economia. Possui certificação CEA e AAI. Se dedica a ajudar cada vez mais pessoas a se capacitarem profissionalmente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook

Deixe um Comentário:

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Você também pode se interessar por: