Certificação CEA — O Próximo (e Melhor) Passo da Sua Carreira

Você pensa em tirar a certificação CEA, meu nobre gafanhoto?

Eu apoio — e muito — essa decisão, principalmente se você já tem a CPA 10 e a 20!

Isso porque ela é um passo muito importante para sua carreira e vai te fazer ter mais chances ainda no mercado financeiro.

Agora, se você não tem ideia do quão bom é ter essa certificação no currículo, eu vou te explicar neste artigo. Então pega um café aí e já começa a preparar o plano de estudos!

A certificação CEA vale como CPA 10 e 20

Se você tira a certificação CEA, o mercado entende que você já tem tanto a CPA 10 quanto a 20. Por isso, muita gente costuma ir direto para ela para “resolver o problema”.

“Mas, Tiago, então eu só preciso estudar para a CEA e fechou?”

Não, meu nobre gafanhoto. Essa não é a melhor solução.

Pense assim: cada certificação tem seus focos específicos de estudo, certo? A CEA é uma certificação de especialista em investimentos, mas ela não abrange todo o conteúdo das CPA.

Então imagine você, como um “especialista”, manjando só metade dos paranauês porque quis pular os dois primeiros passos? Não é uma boa, né? Ter a CEA e não ter domínio de mercado é o mesmo que ter CNH e não saber dirigir por falta de prática.

É claro que você precisa ver com cuidado o momento de sua carreira e tudo o mais, mas lembre: mais importante do que a velocidade é a direção com que você faz as coisas!

A CEA é o maior diferencial entre as certificações da ANBIMA

Enquanto a CPA 10 é praticamente uma exigência para quem quer trabalhar no banco hoje, a CEA é, sim, um “algo a mais”.

Poucos profissionais conquistam a CEA, afinal, vamos ser sinceros aqui: a prova não é tão fácil e há muito o que estudar, mas se você tiver vontade, se esforçar, fazer alguns cursos e correr atrás disso suas chances são enormes.

Só para você ter noção, de acordo com a ANBIMA, enquanto a CPA-20 já foi conquistada por mais de 140 mil pessoas, só sete mil têm a CEA.

Percebeu porque é um diferencial?

Atualmente muito mais pessoas buscam a certificação. Uma prova disso é que a ANBIMA dobrou o número de exames aplicados no mês (agora são dois), e mesmo assim, ainda é difícil achar vagas.

Por outro lado, a entidade também aponta que no mínimo 75% dos cargos de colaboradores de instituições que trabalham com consultoria de investimento precisam ser ocupados por quem tem a certificação CEA.

Ou seja, se você for um profissional certificado, vai ser literalmente disputado a tapa pelo mercado (e é isso que você quer, certo? Sem os tapas, claro)!

Gostou de saber mais sobre porque a certificação CEA deve ser o seu próximo passo? Confira mais detalhes no blog da T2 Educação!

0

Compartilhar este post:

Deixe o seu comentário!