Qual profissão posso exercer com certificação CEA?

Quando pensamos na ANBIMA, logo vem na cabeça a CPA-10 e a CPA-20. As certificações mais básicas do mercado financeiro estão na ponta da nossa língua. Mas por que isso não acontece com a CEA – Certificação de Especialista em Investimentos ANBIMA?

Em números, fica fácil de ver a diferença entre elas: enquanto CPA-10 e CPA-20 possuem cerca de 370 mil e 110 mil profissionais certificados, respectivamente, a CEA não chega a 4 mil.

Isso reflete na falta de conhecimento sobre a Certificação de Especialista em Investimentos. Mesmo quem já foi aprovado nas anteriores não sabe quais funções ou qual emprego um profissional CEA pode exercer.

Espero esclarecer essa dúvida com esse texto. E, quem sabe, te ajudar na decisão de buscar sua própria certificação de especialista da ANBIMA.

Alta demanda por profissionais com CEA

Cresce a demanda por profissionais com certificação CEA.

Segundo o Código de Regulamentação e Melhores Práticas da ANBIMA, no mínimo 75% dos funcionários de instituições financeiras que trabalham com consultoria de investimento precisam obrigatoriamente ter a Certificação de Especialista em Investimentos.

Se unirmos esse fato com o baixo número de profissionais certificados CEA, podemos entender por que há uma alta demanda destes especialistas.

Pensa comigo: há uma exigência de 75% de profissionais certificados nas instituições financeiras, mas apenas 3.479 certificados em todo o país (de acordo com números da ANBIMA do final de 2017). Se contarmos que muitos deles já estão empregados, sobram vagas para poucos especialistas.

Fica então a dica: se você quiser se destacar ainda mais no mercado financeiro, a CEA é um caminho para se seguir.

curso cea alcance seu sucesso

As profissões que você pode escolher ao obter a CEA

Temos basicamente duas opções para os especialistas em investimentos da ANBIMA.

A primeira delas é o exercício de Consultor de Investimentos. O consultor de investimentos trata de produtos sofisticados e personalizados, por isso a necessidade de ter os conhecimentos específicos da CEA.

Ele atende um grupo de agências e, consequentemente, os clientes das agências. Imagine que um cliente chega pro gerente do banco e fala que quer investir a quantia de 300 mil reais. Neste momento, o gerente nem perde tempo pensando. Ele simplesmente encaminha o cliente para a consultoria especializada, que, no caso, seria o profissional CEA, o mais preparado para a situação.

Essa consultoria costuma ser feita por videoconferência, mas também pode ser marcado um dia para que cliente e consultor se encontrem na agência, frente a frente.

É importante apontar que o consultor não precisa vender produtos. Ele tem meta pra captação de ativos, por isso é importante fazer parceria com gerentes das contas das agências.

A segunda opção de trabalho é ser Planejador Financeiro autônomo.

Esse mercado não é regulamentado no Brasil, o que significa que qualquer pessoa pode falar que é um planejador financeiro, mesmo se não houver “provas” disso. Daí a importância de ter uma certificação CEA: você valida o seu conhecimento.

A certificação pode ser a diferença no momento de escolha de um planejador financeiro, pois ela passa confiança aos clientes.

O próprio curso de CEA da ANBIMA possui aulas específicas para ensinar os profissionais a trabalharem de forma autônoma, na famosa ‘carreira solo’.

planejador financeiro autônomo

Concluindo

Essencialmente, nas duas opções de atuação você será um consultor (ou consultora) de investimentos.

Você pode ser contratado por uma agência bancária ou instituição financeira como Consultor de Investimentos. Mas pode também trabalhar como Planejador Financeiro Autônomo, criando sua própria carteira de clientes.

Em ambos os casos, é extremamente importante possuir a Certificação CEA para comprovar sua especialização e estar preparado para os desafios do dia a dia.

Se interessou pelo assunto e pensa em mudar o rumo da sua carreira? Conheça nosso curso da CEA aqui. Ficaremos muito felizes de te ajudar neste novo passo profissional!

0

Compartilhar este post:

Deixe o seu comentário!