Posso trabalhar no banco com 30 anos?

Se você está se perguntando se é possível trabalhar no banco com 30 anos, a resposta é: sim, é claro que sim!

Com este texto, espero tirar as suas dúvidas e mostrar que sua idade nunca deve ser um impedimento para ir atrás do seu sonho. Principalmente se este sonho é atuar no mercado financeiro.

Então vamos começar desvendando um mito!

“Os bancos só contratam pessoas com menos de 25 anos”

Essa é uma mentira espalhada aos ventos. E esse vento atinge todo o setor financeiro.

É um mito infundado, pois a verdade é que os bancos recebem currículos de profissionais com idades variadas, para inúmeros cargos diferentes. 

O que podemos dizer, porém, é algumas instituições preferem formar profissionais. E isso é mais fácil de se fazer contratando profissionais mais jovens. Essa é uma característica da empresa, não do setor. Eu mesmo, publicitário formado, consegui um de meus primeiros empregos porque meu ex-chefe queria alguém “cru” para ensinar. Com alguns bancários, é a mesma coisa.

O ponto é que não existe nenhum tipo de regra explícita no banco para idade de contratação. Se você estiver preparado e mandar bem na entrevista, a idade não será um impedimento. Então nunca deixem usarem isso como desculpa.

Vamos falar da carreira no banco

Você tem 30 anos. Nunca teve contato com o mercado financeiro. Vê jovens recém-formados disputando as mesmas vagas que você. É hora de desistir?

É claro que não.

De Repente 30 - T2 Educação

Afinal, ninguém acorda de uma ora pra outra com 30 anos, né? Só em filme.

As vagas iniciais de um banco, por exemplo, não esperam que você tenha muita experiência. De fato, para estes cargos de iniciantes, os bancos preferem contratar pessoas que não possuem sequer experiência de vida. Isso porque é o perfil da empresa contratar jovens para ensinar e desenvolver. Num futuro, é este profissional, que entrou como caixa, evolua para um cargo de gerência.

Esse profissional, que começou de baixo, representa um investimento para a empresa. Você não concorda? Quando o banco contrata um caixa que vira um gerente, ele investiu apenas em uma contratação.

Nestas vagas, porém, também são vistas pessoas com uma bagagem (e idade) de mercado maior. Elas não necessariamente trabalharam no mercado financeiro. Muitas são como você, que pensam em trabalhar no banco com 30 anos. 

Seu perfil, porém, é visto com outros olhos pelo banco. E é disso que falarei agora.

“Quero trabalhar no banco com 30 anos, mas…”

… você nunca trabalhou no mercado financeiro. É esse o seu medo, certo?

Então é hora de engolir esse medo. Não tema o fato de pessoas mais jovens estarem competindo com você. Você tem mais experiência do que elas, sabe enfrentar problemas com mais maturidade. E isso conta a seu favor.

Com 30 anos, pode competir por uma vaga de gerente, mesmo sem ter trabalhado no mercado antes. Afinal, você já paga as suas próprias contas há algum tempo. Cuida da casa, da família, tem uma responsabilidade que muitas empresas procuram em seus funcionários.

Esta experiência tem que ser destacada na hora da entrevista. Será o seu verdadeiro diferencial na hora de buscar uma vaga de emprego no banco. Os bancos, porém, não são a única alternativa para um emprego no setor financeiro.

Veja o vídeo do professor Tiago que deu origem a este texto!

Por que não trabalhar em uma cooperativa de crédito?

Você já ouviu falar nas cooperativas de crédito? Pois eu tenho uma boa notícia pra te dar.

Essas empresas têm crescido em um ritmo forte no Brasil. Pouca gente as conhece, e isso é uma oportunidade que você não pode deixar passar. 

O processo de seleção em uma cooperativa costuma ser mais simples. Nos bancos, você passa pela agência que faz a contratação, pelo diretor da vaga, pelo gerente da vaga, pelo diretor do RH… TUDO ISSO pra você começar a trabalhar dois meses depois. Na cooperativa, você provavelmente terá contato com o gerente daquela unidade logo de cara. Essa pessoa será a responsável pela entrevista.

Por isso, as chances de você “conquistar” a pessoa que será sua superiora direto é maior. A afinidade no primeiro contato, a conversa fluindo, tudo isso vai contar, e sempre conta, em uma entrevista. Só que na cooperativa, a chance do santo bater é bem maior, entende?

Os planos de carreira nas cooperativas são tão atraentes quanto nos bancos, e há uma certa flexibilidade para você competir com profissionais mais jovens. Então pense com carinho nesta opção!

Pra finalizar

Duas coisas precisam ficar na sua cabeça neste momento:

  1. Não envie seu CV para uma vaga de jovem aprendiz. Sua história, sua experiência de vida, devem ser levadas em consideração na hora de disputar uma vaga para trabalhar no banco com 30 anos.
  2. Dê uma chance para uma vaga em cooperativa de crédito. O processo de contratação é menos burocrático, e estas empresas estão crescendo bastante no Brasil, gerando novas vagas.

Então, se você tá nessa situação, não precisa ter medo. O mercado financeiro tem muito espaço para pessoas mais experientes, mesmo aquelas que nunca trabalharam no setor.

E se você precisar de ajuda, pode contar com a T2. Temos cursos preparatórios para as certificações CPA-10, CPA-20 e CEA, e estaremos prontos para te ajudar a ingressar no mercado financeiro.

Espero que você tenha gostado do conteúdo e que compartilhe com seus amigos para ajudar quem mais precisa 😉

0

Compartilhar este post:

Deixe o seu comentário!